Valente participa da Caravana Siga Bem
Foto da peça Cassino do Cupido, que fala sobre o enfrentamento à violência contra as mulheres

Notícias

Valente participa da Caravana Siga Bem

A iniciativa O Valente não é Violento inaugura hoje, 25 de maio, parceria com a Caravana Siga Bem. A campanha levará uma oficina sobre masculinidades para os caminhoneiros participantes da caravana em Brasília, no Recanto das Emas, e participará da peça de teatro Cassino do Cupido, cujo tema é o enfrentamento à violência contra as mulheres. 

O Valente tem o apoio da Embaixada da Austrália na realização de oficinas sobre masculinidades e estereótipos de gênero e de materiais informativos para toda a comunidade estradeira que participa da caravana nesses próximos dez meses. Prestes a completar dez anos nas estradas brasileiras, a Caravana Siga Bem 2015 abriu oficialmente sua nona edição no dia 4 de maio, em São Bernardo do Campo (SP), e parte para os quatro cantos do Brasil com o objetivo de propagar a cidadania e promover o conhecimento e o entretenimento entre os caminhoneiros. 

Segundo o idealizador do projeto, Alexandre Côrte, a Caravana Siga Bem transforma vidas. “Desde a primeira edição até os dias de hoje, alcançamos mais de 1,7 milhão de motoristas. Nossa missão é promover cidadania e conscientização entre os caminhoneiros do Brasil, bem como proporcionar ações de entretenimento e lazer. A realização da nona edição mostra que estamos no caminho certo”.

Roteiro

Para atingir seu objetivo, a Caravana pega a estrada com duas equipes, como ocorreu em 2014: eixo Norte e eixo Sul. A primeira ação do eixo Norte será em Uberaba (MG); enquanto a do Sul desfaz as malas em Antonina (PR). O projeto contará com 12 caminhões Mercedes-Benz, quatro vans Sprinter e dois carros de apoio, que percorrerão 32 mil quilômetros de estradas, visitando 110 cidades e 22 estados mais o Distrito Federal, no período entre abril de 2015 e fevereiro de 2016. Serão 10 meses nas rodovias brasileiras disseminando entretenimento e educação aos milhares de caminhoneiros e moradores das comunidades por onde a Caravana irá passar.

Siga Bem Mulher - Teatro discute a violência doméstica

Desde 2007, ano seguinte ao da aprovação da Lei Maria da Penha, ações são desenvolvidas para conscientizar o caminhoneiro sobre a questão da violência doméstica.

Este é um ano importante na história do combate à violência contra a mulher. Em março, o País aprovou a lei que tipificou o feminicídio (assassinato de mulheres por motivos de gênero) como crime hediondo. Mas o esforço não pode parar. Por isso, a Caravana Siga Bem mobilizará a participação das famílias para refletir sobre as dezenas de milhares de casos de agressões domésticas registrados todos os anos no país.

Entre abril de 2015 e fevereiro de 2016 todas as paradas do projeto apresentarão a peça “O Cassino do Cupido”, que mostra a mulher como tema central e interage com o público para falar sobre a Lei Maria da Penha. Com direção artística de Tito Teijido, o espetáculo tem um roteiro bem humorado, fazendo com que os espectadores se divirtam e, ao mesmo tempo, conscientizem-se sobre o combate a esse crime, que vitimizou mais de 53 mil brasileiras apenas no ano passado, de acordo com denúncias recebidas pela Secretaria de Políticas para as Mulheres, que apoia o projeto. Para denunciar qualquer prática de violência contra a mulher, a pessoa deve ligar para o Disque 180.

Feminicídio - A mulher é prioridade

Feminicídio ou femicídio. Esse o termo que tem sido muito utilizado na mídia para designar a violência contra a mulher. Dados recentes da ONU (Organização das Nações Unidas) revelam que uma em cada três mulheres no mundo já foi vítima de violência. No Brasil, o cenário também é preocupante. Nos últimos anos, quase 17 mil mulheres foram vítimas de assassinato por razões de gênero, de acordo com o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). O número indica uma taxa de 5,82 casos para cada 100 mil mulheres.

E, neste ano, um grande aliado: o apoio da ONU Mulheres, entidade criada em julho de 2010 pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas – ONU para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres. “Estamos levando a iniciativa da ONU ‘O Valente não é Violento’, vinculada à campanha do Secretário-Geral das Nações Unidas pelo fim da violência contra mulheres e meninas. Vamos valorizar ainda mais o espaço da Caravana Siga Bem Mulher para o enfrentamento à violência e de discussão das masculinidades. As caminhoneiras e os caminhoneiros têm feito um trabalho inovador em favor da divulgação da Lei Maria da Penha nas estradas do Brasil”, afirma Nadine Gasman, Representante da ONU Mulheres Brasil.

Siga Bem Criança

Preocupação constante em todas as ações da Caravana Siga Bem, a criança e o adolescente recebem atenção especial de todos os envolvidos no programa. Criado em 2003, o projeto Siga Bem Criança conta com o apoio da Petrobras e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e tem como objetivo combater a exploração e a violência sexual contra a criança e o adolescente. O projeto – que oferece palestras com especialistas – envolve todos os caminhoneiros do Brasil nessa causa. Para denunciar qualquer ato de violência ou exploração sexual contra as crianças e adolescentes, basta ligar para o Disque 100. É de graça e não identifica quem ligou. 

Sinopse da Peça Cassino do Cupido

À procura de um companheiro, Teresinha vai ao palco do "Cassino do Cupido", e terá que escolher entre um caminhoneiro bronco e um galã conquistador. Depois de uma série de testes, ela escolhe o caminhoneiro que, contrariando a sua imagem, é gentil, entende e respeita as mulheres, ao contrário do galã, que é grosso e a favor de "um tapinha não dói".


Tag's: Notícias Notícia