O Refugiado Valente não é Violento
Estreia do projeto Futebol das Nações no Maracanã

Notícias

O Refugiado Valente não é Violento

Foi lançado oficialmente, nesta terça-feira (25), o Futebol das Nações, um projeto da Cáritas RJ e do Maracanã que está abrindo as portas do templo do futebol brasileiro para a realização de oficinas semanais com homens refugiados de diversos países, utilizando o futebol como ferramenta educativa. O objetivo da atividade é promover a integração dos refugiados no Brasil e proporcionar um espaço de debate sobre temas relacionados à inserção dessas pessoas na sociedade, como preconceito, acesso ao mercado de trabalho, igualdade de gênero, violência contra as mulheres e até mesmo o ensino da língua portuguesa. A metodologia utilizada é a do Futebol3, desenvolvida pela ONG streetfootballworld Brasil.

Na cerimônia de lançamento do projeto, refugiados de países como República Democrática do Congo, Síria, Colômbia, Togo e Guiné puderam se sentir como verdadeiros profissionais. Após a preparação no vestiário oficial, os jogadores desceram ao campo, acompanhados de perto por um mar de jornalistas. Em seguida, disputaram duas partidas com muita alegria e descontração. As danças durante a comemoração dos gols fizeram sucesso.

O Futebol das Nações tem o apoio do Acnur/Unhcr Américas e da ONU Mulheres Brasil. Durante os jogos, os refugiados trabalharão com os temas da iniciativa O Valente não é Violento, que tem o objetivo de conscientizar homens e meninos para o tema da violência contra as mulheres e meninas, alertando para a importância da desconstrução dos estereótipos de gênero.


Tag's: Notícias Notícia