Na Copa, ONU faz mobilização pelo fim da violência contra as mulheres
Modelo de adesivo com frase. Serão distribuídos 1 milhão de adesivos durante a Copa do Mundo.

Notícias

Na Copa, ONU faz mobilização pelo fim da violência contra as mulheres

Levar informação sobre direitos, serviços públicos e a não violência contra as mulheres para as torcidas da Copa do Mundo de Futebol. Esse é o trabalho a ser desenvolvido por centenas de voluntárias e voluntários das Nações Unidas, mobilizados para atuar nas Fan Fests da FIFA nas 12 cidades-sede dos jogos: Brasília, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Envolvido na campanha “Proteja o Gol”, lançada na segunda-feira (9/6), em Salvador, o grupo voluntário distribuirá adesivos da iniciativa “O Valente não é Violento” para torcedoras e torcedores. A abordagem acontecerá em unidades móveis, instaladas nas FanFests, onde será feita a testagem rápida de HIV/aids.

O público também é convidado a visitar o portal www.ovalentenaoeviolento.org.br para saber como adotar valores e práticas não discriminatórias. “Como evento de integração mundial, a Copa do Mundo de Futebol é uma oportunidade para estimular novos valores e atitudes sobre a igualdade de gênero, que deve acontecer em todos os lugares: em casa, na rua, nos campos de futebol”, alerta da representante da ONU Mulheres, Nadine Gasman. 

Durante o período da Copa, a FanPage de “O Valente não é Violento” está promovendo mobilização virtual, com mensagens de não violência contra as mulheres e meninas. São as dicas para serem aplicadas na Copa:

  • "O Valente dá cartão vermelho para a violência contra as mulheres"; 
  • "Na escalação dos Valentes, violento não tem chance nem no banco de reservas"; 
  • “Nem fiu-fiu e nem mão boba, com o Valente é jogo limpo”,
  • “O Valente não usa a força, prefere correr para o abraço”,
  • “O Valente não impõe seu grito, vibra com a diversidade na torcida”;
  • "O Valente se permite rir e chorar, mesmo que não seja dia de jogo";
  • "Para o Valente, a regra é clara: abuso sexual e exploração de menores, não!";
  •  "O Valente sabe que, fora do gramado, cada um/a usa a roupa que quiser";
  • "O Valente só chuta pro gol se a parceira disser que sim";
  • "O Valente não agride, respeita quem joga em outro time". 

Tag's: Notícias Notícia Iniciativa