O Valente organiza oficina com funcionários da Mangueira sobre violência contra as mulheres
Oficina com professores e alunos da Vila Olímpica da Mangueira sobre estereótipos de gênero.

Notícias

O Valente organiza oficina com funcionários da Mangueira sobre violência contra as mulheres

Com o objetivo de sensibilizar mais homens sobre a violência contra as mulheres, o Valente promoveu uma oficina com alunos e professores da Vila Olímpica da Mangueira, no Rio. Foram debatidas temáticas de gênero do cotidiano, como o compartilhamento de tarefas domésticas, o cuidado com as filhas e filhos e o enfrentamento da violência contra as mulheres. A oficina integra a parceria Ano das Mulheres na Mangueira + Pequim+20. A atividade foi conduzida por Vanessa Fonseca e Marcio Segundo, do Instituto Promundo. 

Foram debatidas propagandas e letras de música que carregam mensagens machistas e que reduzem as masculinidades ao estereótipo do homem branco, heterossexual e violento. Os participantes, em sua maioria homens, disseram nunca ter participado de uma atividade que tratasse de violência contra mulheres.Eles foram, então, convidados a se engajarem na campanha O Valente não é Violento.

Nesse ano, a ONU Mulheres selou parceria com a Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, uma vez que a escola irá homenagear as mulheres no Carnaval em 2015, com o enredo “Agora chegou a vez, vou cantar: Mulher da Mangueira, mulher brasileira em primeiro lugar”.

Entre as homenageadas pela Mangueira no Carnaval estão grandes mulheres que marcaram a história do país, como as cantoras Clara Nunes e Rita Lee, a pintora Tarsila do Amaral, a escritora Raquel de Queiroz, a atriz Fernanda Montenegro, e a líder Maria da Penha. Será abordado ainda o tema da igualdade de gênero.

 

Professores e alunos da Vila Olímpica da Mangueira aderem à campanha O Valente não é Violento.


Tag's: Notícias Notícia